ANÁLISE DO LG K51S: Estilo high-end, experiência e preço de intermediário

ANÁLISE DO LG K51S: Estilo high-end, experiência e preço de intermediário

Tela grande e várias câmeras chamam a atenção, mas usabilidade tem seus tropeços

Leitura Rápida

  • O LG K51 S é uma boa opção pra tela grande e preço baixo
  • Conjunto com quatro câmeras oferece muita versatilidade
  • Performance deixa a desejar e bugs desanimam
  • Vale a pena ficar de olho nas promoções

O LG K51S é o "filho do meio" na nova geração da série K de celulares LG. Essa é uma importante família de produtos para a fabricante, que aponta que tem neles suas melhores vendas. Mas ser o celular do meio numa série é sempre uma "corda bamba", porque não é a opção mais barata, nem a mais avançada - então será que o K51S consegue entregar ele custo x benefício ideal e ainda ser uma opção que vale a pena? Confira a análise pra saber!

Link de compra para o LG K51S.

Preços

Preço no lançamentoR$ 1.499,00 10/06/2020R$ 1.124,00 15/04/2020R$ 1.495,00 05/12/2019
Preço atualizadoR$ 1.349,10 30/07/2020R$ 1.124,00 15/04/2020R$ 1.349,00 05/01/2020

Ficha Técnica

FabricanteLG Samsung Motorola
Site oficialLinkLinkLink

Display

Tamanho6,55 polegadas6,4 polegadas6,3 polegadas
Resolução720 x 1600 720 x 1560 1080 x 2280, 400 ppi
TecnologiaTFT Super AMOLED LTPS IPS LCD
ProteçãoMIL-STD 810G

Câmera

Traseira32MP + 5MP + 2MP + 2MP 25MP + 5MP + 8MP Tripla 48MP + 16MP + 5MP
Vídeos1080p [email protected], [email protected] [email protected]; [email protected]
Frontal13MP 16MP 25MP
DetalhesAbertura de f/1.7 e f/2.2 na traseira, abertura de f/2.0 na câmera frontal Traseiras: wide f/1.7 PDAF, ultra-wide f/2.2, câmera de profundidade f/2.2

Especificações

Sistema OperacionalAndroid 9.0 Pie Android 9.0 (Pie) Android 9 (Pie)
ProcessadorMediaTek MT6765 Exynos 7904 Qualcomm Snapdragon 665
Número de núcleos8 8 8
Clock2.3 2x1.8 GHz Cortex-A73 & 6x1.6 GHz Cortex-A53 4x2.0 GHz 4x1.8GHz
GPUPowerVR GE8320 Mali-G71 MP2 Adreno 610
Memória RAM3 GB4 GB4 GB
Armazenamento interno64 GB64 GB64 GB
Cartão microSDAté 2TB Até 512GB Até 512GB
Bateria4.000 mAh4000 mAh4000 mAh
Dimensões165,2 x 76,7 x 8,2 mm158.4 x 74.7 x 7.8 mm158.4 x 75.8 x 9.1 mm
Peso169 g188 g
Portas de conexãoUSB-C USB Tipo-C USB-C
REDE4G 4G LTE
Tipo de cartão SIMNano SIM Dual Nano SIM

Recursos

Leitor de DigitalSIM SIM, na tela SIM
ResistênciaNÃO Resistente a respingos
RadioSIM SIM SIM
Bluetooth5.0 5.0 5.0
Carregamento sem fioNÃO NÃO NÃO
NFCSIM NÃO NÃO
GPSA-GPS SIM A-GPS, GLONASS, BDS, GALILEO
ExtrasCarregador rápido 15W Carregador rápido 15W

Smartphone Motorola Moto G8 Plus Azul Safira 64GB, Tela Max Vision de 6.3 FHD+, Câmera Traseira Tripla, Android 9.0 e Processador Qualcomm Octa-Core

Smartphone Motorola Moto G8 Plus Azul Safira 64GB, Tela Max Vision de 6.3 FHD+, Câmera Traseira Tripla, Android 9.0 e Processador Qualcomm Octa-Core

Continua após a publicidade

Design e Tela

Um dos principais destaques de toda a linha K de celulares LG, atualmente uma das linhas mais importantes para a marca, é a presença de tela grande e quatro câmeras nas três opções de aparelhos. Dá pra notar que a fabricante teve a intenção de oferecer um visual premium e atrativo nesses modelos, e podemos notar isso no LG K51S.

A primeira impressão que o celular passa é muito boa, principalmente para os fãs de telas grandes. Pessoalmente, prefiro um pouco menor, que facilite o uso numa mão só, mas quem procura um grande display vai ficar bem contente com as 6,55'' do LG K51S. Além disso, as bordas do aparelho até que são bem estreitas para um smartphone nessa faixa de preço, o que é ótimo para esse tamanho de tela caber melhor na sua mão.

A tecnologia de iluminação do display é TFT, que não é das mais impressionantes, mas não deixa de ser uma bela tela. As cores não contam com tanto contraste como em telas OLED, mas o grande poder de brilho ajuda a deixá-las mais vivas.

Chama a atenção também a câmera frontal integrada diretamente na tela, num orifício no canto superior esquerdo. Atualmente, essa é a solução que mais economiza espaço de tela possível, e é adotada em muitos produtos high-end, o que ajuda a contribuir para o visual "premium" do LG K51S

Tela grande e bem aproveitada, mas imagem não é das mais bonitas

O corpo do celular conta com conexão USB-C, sem sacrificar a saída P2 analógica de 3,5mm para fones de ouvido, o que sempre merece elogios. O sensor de impressões digitais fica na parte de trás do celular, o que muita gente não gosta porque impossibilita destravar o celular apoiado na mesa usando o sensor. Mas é uma posição boa para destravar quando o celular está na sua mão, ficando num lugar que seu dedo indicador já naturalmente se aproxima só de pegar o aparelho.

Continua após a publicidade

O que vou criticar na parte do design é o posicionamento e o recorte dos alto falantes. A maioria dos smartphones atuais coloca os alto falantes na borda inferior do aparelho, o que faz com que o som fique abafado quando você segura o celular na horizontal. Isso é simplesmente uma realidade do mundo mobile que somos obrigados a nos acostumar, já que nenhuma fabricante parece preocupada em melhorar nessa parte. Mas no LG K51S o som fica abafado de um jeito que eu nunca tinha experienciado antes. Dependendo do volume, realmente dá pra fazer todo o áudio sumir completamente apenas por estar segurando o celular na horizontal.

Câmeras

Um dos maiores atrativos do LG K51S, infelizmente, é um dos mais difíceis aspectos de se testar em tempos de pandemia: o conjunto de câmeras. Mas, do que foi possível averiguar, me parece uma característica bastante atrativa para o aparelho, principalmente nas câmeras traseiras.

Quatro sensores pode até ser um exagero, mas certamente oferece uma variedade bem grande de qualidade e resolução de fotografias que você pode fazer. Não é possível escolher com qual sensor você vai trabalhar para tirar cada foto, isso o celular faz automaticamente, mas temos a opção ainda de escolher entre o modo normal de fotografia ou o modo "panorâmico", com a imagem mais aberta. Considero este recurso sempre muitíssimo bem-vindo.

As foto são bastante competentes e certamente fiquei satisfeito com a performance do conjunto de câmeras para este segmento de preço. Sua maior limitação é a pós-renderização, que acontece no processador, então não depende muito da quantidade de sensores que você coloca no celular. Essa quatro boas câmeras associadas a um SoC melhor entregariam um resultado final mais interessante, mas o LG K51S está muito longe de ser ruim, pelo contrário.

O aparelho merece elogios também para sua performance em condições ruins de luminosidade. Esse é sempre o cenário mais difícil para as câmeras de celulares, mas o LG K51S não se saiu mal. Uma foto tirada realmente no escuro perdeu quase todos os detalhes e ficou bem borrada, mas com um mínimo aceitável de luz, já temos uma imagem interessante.

A filmagem também não é ruim e sua maior desvantagem, novamente, é por causa do processador. A câmera trabalha bem com diferentes oscilações de luminosidade e distância dos objetos, mas às vezes demora um pouquinho pra focar e a estabilização não é das melhores, aspectos que costumam estar mais relacionado a limitações do SoC mesmo.

Com um conjunto tão variado de câmeras eu só esperava um pouco mais de recursos diferenciados. Temos aqui o modo retrato que já virou um padrão em celulares atuais, e funciona muito bem no conjunto principal de câmeras, como seria de se esperar. Na câmera frontal, que provavelmente é onde as pessoas mais gostariam de usar a ferramenta, ele já não é tão bom, porque temos apenas uma câmera, então o desfoque é feito de maneira "artificial'.

Há também um recurso para tirar fotos em macro muito bacana. Com certeza eu gostaria de ver isso em mais celulares com um conjunto avançado de câmeras e gostei muito do que o LG K51S entrega.

Mas dava pra ter uma variedade maior de "brincadeiras" pra fazer com as câmeras, como filmar em câmera lenta, ou time-lapse. Esses são recursos que já ficaram um tanto comuns e o app padrão de câmera do LG K51S não oferece.

Performance e Autonomia

É nessa parte que o LG K51S acaba decepcionando mais. Seu processador não é dos mais poderosos, mas isso é normal nessa faixa de preço e acredito que ninguém espera que o aparelho tenha uma performance espetacular investindo menos de R$ 1.300 nele. A minha crítica aqui vai mesmo pra parte de software do celular, na verdade.

Primeiro porque o LG K51S chega com Android 9.0 sem nenhuma promessa de atualização para o Android 10, num ano em que já estamos chegando à versão 11 do sistema. Além disso, o sistema operacional da LG, por cima do Android, apresenta alguns pequenos problemas de funcionamento. Nada que impeça o uso do celular, mas com certeza compromete a experiência.

A parte de software é a maior fraqueza do K51S

O Spotify, por exemplo, um dos apps mais usados no mundo, simplesmente travou e parou de funcionar mais de uma vez. E ficou assim um longo tempo, travado, me fazendo desistir de usá-lo naquele dia. Em outro momento, o fundo da tela travou e ficou preto, sumindo com o wallpaper.

São detalhes, mas que não esperamos mais ver acontecendo num celular em pleno ano de 2020.

Em termos de performance para jogos, o LG K51S entrega exatamente o que se espera de um celular intermediário. Não dá pra jogar Fortnite, o app nem instala, mas Free Fire roda com bastante tranquilidade e quase sem engasgos. Testamos também Asphalt Nitro, que foi outro game que rodou sem problemas.

A parte de autonomia é uma das mais difíceis de se testar durante uma quarentena. Ficando quase todo dia o tempo todo em casa não temos muita oportunidade de realmente testar um uso intenso do smartphone. Tive que apelar para um teste sintético, de benchmark.

A autonomia não decepciona e o carregamento rápido funciona bem

E o que aconteceu foi que encontrei mais um bug e, por algum motivo, o teste de bateria do PCMark não consegue rodar até o fim no LG K51S. No meu uso cotidiano, no entanto, não tive problemas com a bateria do K51S, pelo contrário. O celular conseguiu ficar longe da tomada por dois dias seguidos com tranquilidade e recarrega bem rápido. Claro, novamente quero destacar que a situação de quarentena impacta aqui, porque o uso do celular acaba sendo menos intenso em casa e Wi-Fi gasta menos bateria do que 4G, mas com 4.000mAh e um processador intermediário não é um risco grande dizer que o smartphone deve conseguir repetir a experiência num uso normal também.

Recursos e Extras

Sendo um aparelho intermediário, o LG K51S não vem muito recheado de recursos e extras, mas o aparelho conta com seus complementos que vale comentar.

A começar pelo sensor de digitais, que funciona muito bem e destrava rapidamente a tela do celular, como deve ser. Novamente, a posição não pode ser a favorita de muitos, mas pessoalmente é onde prefiro. Além de ser um lugar natural para o dedo indicador, ajuda a evitar falhas de leitura posicionando o dedo de maneira errada.

Dual App e resistência militar são destaques, mas botão pra Assistant não acrescenta muita coisa

Outro recurso do K51S que quero destacar aqui é a possibilidade de criar "apps duplos" com o Dual App, que já ficou um tanto comum, mas ainda não é regra para todos os aparelhos. Com esse recurso você pode ter duas versões do WhatsApp ou do Facebook ao mesmo tempo, por exemplo, cada um com um login diferente. Isso é especialmente útil em apps que se atrelam ao seu número telefônico, como o Whats, porque o K51S já oferece entrada para dois chips, então dá pra ter uma versão do app atrelada a cada número.

O celular acompanha também um botão de assistente digital, que você aperta e acessa o Google Assistant. Honestamente, não sei como anda a popularidade do assistente digital da Google aqui no Brasil, mas pessoalmente não uso muito o recurso e gostaria da opção de escolher alguma outra função para o botão. Infelizmente não é possível então se você, assim como eu, não liga pro Google Assistant, o botão fica meio inutilizado.

Também vale mencionar o certificado de proteção militar MIL-STD 810G. Esse é o tipo de coisa complicado de testar, afinal, não vou ficar jogando o celular no chão. Mas para o aparelho ter emplacado esse selo, ele passou por testes envolvendo não apenas impacto, mas também diferentes condições de pressão e de temperatura, o que atesta para sua resistência, o que sempre deve ser muito valorizado.

Conclusão

O LG K51S é um celular bastante competente que mira num tipo específico de usuário. Se você valoriza mais o tamanho da tela do que a qualidade propriamente dita da imagem e se busca versatilidade para as suas fotos, esse usuário é você. Mas quem procura uma performance mais competente e não se preocupa de ter uma tela menor em troca de cores mais vivas, talvez seja melhor procurar um concorrente.

Boa opção pra quem procura tela grande e muitas câmeras, mas dá pra esperar uma promoção

 

O smartphone ainda se sai muito bem no quesito bateria, que certamente é uma característica que todo mundo valoriza. Minha maior crítica contra o K51S realmente vai pra parte de software, que deixou a desejar. Bugs pequenos e completamente desnecessários podem tornar a experiência frustrante de quem está empolgado com um celular novo. E é normal um aparelho intermediário não ser o mais atualizado possível, mas pelo menos o Android 10 atualmente não seria pedir muito.

Resumindo, se você procura tela grande e um bom conjunto de câmeras, fique de olho no LG K51S, mas que sabe vale esperar uma queda no preço ou promoção.


Nota

7,0

Prós

  • Tela grande
  • Quatro câmeras
  • Certificado de resistência militar

Contras

  • Bugs do sistema
  • Sem update para o Android (no lançamento)
  • Performance podia ser melhor
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Huawei Kirin 9000 fica a frente de Snapdragon 865+ e Apple A13 Bionic em benchmarks

Huawei Kirin 9000 fica a frente de Snapdragon 865+ e Apple A13 Bionic em benchmarks

Os testes com o recém anunciado SoC mostram aprimoramentos importantes no desempenho


Galaxy Z Fold 3 terá display UTG mais grosso para suportar S-Pen, segundo rumor

Galaxy Z Fold 3 terá display UTG mais grosso para suportar S-Pen, segundo rumor

Smartphone também deve contar com digitalizador AES


Linha iPhone 12 usa Snapdragon X55 para 5G, e não o mais recente Snapdragon X60

Linha iPhone 12 usa Snapdragon X55 para 5G, e não o mais recente Snapdragon X60

Rumores apontam que Snapdragon X60 ainda não é fabricado em massa


Huawei anuncia Mate 30E Pro 5G, com SoC Kirin 990E não anunciado

Huawei anuncia Mate 30E Pro 5G, com SoC Kirin 990E não anunciado

O novo smartphone é uma atualização do Mate 30 Pro 5G, com um SoC novo


Googlefier traz apps do Google de volta aos celulares Huawei e Honor

Googlefier traz apps do Google de volta aos celulares Huawei e Honor

Desenvolvedor cria solução simples para devolver GMS para modelos da marca