Análise LG K41S: tela gigante e quatro câmeras por um preço baixo!

Análise LG K41S: tela gigante e quatro câmeras por um preço baixo!

Modelo de entrada da linha busca trazer qualidade com preço acessível

O LG K41S é um smartphone do segmento intermediário e o modelo mais modesto da linha Ks, e tem como principal atrativo trazer uma tela ampla de 6,5 polegadas para esse segmento de preço.

Comparado ao seu antecessor, o K40S, esse aparelho além da tela maior traz também um conjunto mais complexo de câmeras, subindo de duas para impressionantes 4 câmeras, um quantidade enorme para um segmento de preço de entrada.

Análise em vídeo

Especificações técnicas

Preços

Preço no lançamentoR$ 1.299,00 10/06/2020R$ 1.189,15 14/04/2020R$ 1.099,00 01/10/2019
Preço atualizadoR$ 1.299,00 10/06/2020R$ 1.189,15 14/04/2020R$ 967,00 06/12/2019

Ficha Técnica

FabricanteLG Motorola Motorola
Site oficialLinkLinkLink

Display

Tamanho6,5 polegadas6,4 polegadas6,2 polegadas
Resolução720 x 1600 720 x 1560, 268 ppi 720 x 1520, 271 ppi
TecnologiaTFT LTPS IPS LCD IPS LCD
ProteçãoMIL-STD 810G

Câmera

Traseira13MP + 5MP + 2MP + 2MP Tripla 16MP + 8MP + 2MP Tripla 13MP + 8MP + 2MP
Vídeos1080p [email protected]; [email protected] 2160p/30fps; 1080p/60fps
Frontal8MP 8MP 8MP
DetalhesAbertura de f/1,8 na frontal Traseiras: wide PDAF f/1.7, ultrawide 8MP f/2.2 e macro 2MP f/2.2 Traseiras: wide f/2.0 PDAF, ultra-wide f/2.2, câmera de profundidade f/2.2

Especificações

Sistema OperacionalAndroid 9.0 Pie Android 10 Android 9 (Pie)
ProcessadorMediaTek MT6762 Qualcomm Snapdragon 665 Mediatek MT6771 Helio P70M
Número de núcleos8 8 8
Clock2.0 4x2.0 GHz 4x1.8GHz 2.0 GHz
GPUIMG PowerVR GE8320 Adreno 610 Mali-G72 MP3
Memória RAM3 GB4 GB2 GB
Armazenamento interno32 GB64 GB32 GB
Cartão microSDAté 2TB Até 512GB Até 512GB
Bateria4.000 mAh4000 mAh4000 mAh
Dimensões165,7 x 76,4 x 8,2 mm161.3 x 75.8 x 9 mm157.6 x 75,4 x 9 mm
Peso188 g183,6 g
Portas de conexãoUSB-C USB-C USB-C
REDE4G LTE LTE
Tipo de cartão SIMDual Nano SIM Dual Nano SIM

Recursos

Leitor de DigitalSIM SIM SIM
ResistênciaResistente a respingos NÃO
RadioSIM SIM SIM
Bluetooth5.0 5.0 4.2
Carregamento sem fioNÃO NÃO NÃO
NFCA-GPS NÃO NÃO
GPSSIM A-GPS, GLONASS, BDS, GALILEO A-GPS, GLONASS, GALILEO
ExtrasCarregador 10W

Smartphone LG K41S 32GB 3GB RAM Câmera Quadrupla 13MP Tela 6.55" - Preto

Smartphone LG K41S 32GB 3GB RAM Câmera Quadrupla 13MP Tela 6.55" - Preto

Smartphone LG K41S 32GB 3GB RAM Câmera Quadrupla 13MP Tela 6.55" - Preto

Continua após a publicidade

Smartphone LG K41S 32GB 3GB RAM Câmera Quadrupla 13MP Tela 6.55" - Preto

Smartphone LG K41S 32GB 3GB RAM Câmera Quadrupla 13MP Tela 6.55" - Preto

Smartphone LG K41S 32GB 3GB RAM Câmera Quadrupla 13MP Tela 6.55" - Preto

Design e Tela

O LG K41S deixa uma primeira impressão bastante clara: ele é grande. Mesmo com bordas relativamente finas em torno do display, o smartphone tem um grande porte. Para ajudar na pegada, seu perfil é mais estreito, chegando a quase a proporção do cinema, ficando no 20:9. Com isso fica mais fácil segurá-lo, mas ainda assim é um dispositivo grande e mais fácil de ser usado com as duas mãos.

Mas se ter esse tamanhão torna mais difícil a ergonomia, há uma vantagem: o display é gigantesco, e vai agradar muito o consumidor que está procurando muita área de tela seja para consumir multimídias, seja para jogar. O formato alongado da tela também privilegia muito o consumo de mídias sociais no formato timeline, sendo possível ver várias postagens ao mesmo tempo, além da altura possibilitar abrir o teclado virtual e ainda assim conseguir enxergar muito da postagem acima.

Continua após a publicidade

A tela usa a tecnologia TFT com um grau suficiente de saturação de cores e contrastes. Ela não tem o nível de qualidade de imagem de alguns displays LTPS ou especialmente AMOLED, mas está entre as economias para entregar um preço competitivo. Apesar da redução, o display ainda tem um nível satisfatório de qualidade para uso.

O elemento que mais me incomodou, porém, foi outro: a resolução. Telas HD são suficientes para a maioria dos smartphones mais baratinhos, porém por conta do porte grande do K41S, acaba ficando mais notável a menor densidade de pixels. Não é algo que compromete o aparelho, porém é visível uma definição um pouco menor de alguns elementos nas interfaces.

Na construção esse aparelho é simples e direto: tem um corpo em plástico bem construído, com um botão adicional na lateral esquerda que é um atalho para a assistente por voz da Google, enquanto a traseira conta com um módulo enorme para todas as quatro câmeras que felizmente não é muito protuberante, e que fica bem nivelado quando você usa com a capinha que já vem na caixa.

Últimos detalhes relevantes incluem uma porta P2 para seu fone de ouvido, uma caixa de som na parte inferior, uma posição ruim por ser fácil de bloquear, mas que a maioria da indústria tem feito igual, e um conector de energia e dados no padrão USB Tipo-C.

Câmera

Um monte de câmeras não é sinônimo de boas fotos, algo que vimos muito claramente no Galaxy A9, e o K41S parece cair no mesmo problema. Esse aparelho traz um esquadrão de lentes e sensores para trazer múltiplas possibilidades na fotografia, mas os resultados não são satisfatórios.

01/04/2019 às 19:34
Artigo

Celulares têm cada vez mais câmeras. Isso realmente importa? ...

Será que a indústria achou seu o novo megapixel?

São no total cinco câmeras. Na traseira temos uma lente principal grande angular de 13MP, uma super grande angular de 5MP, uma câmera de profundidade de 2MP e mais uma lente macro de 2MP. E por fim, outra câmera frontal com 8MP.

Abaixo temos uma ideia do que essas múltiplas lentes são capazes de fazer. Praticamente na mesma posição, temos a lente ultra grande angular pegando a cena como um todo, a lente grande angular com melhor qualidade de imagem e a macro, capaz de captar detalhes muito próximos mantendo o foco.

Com a macro temos uma aproximação dos objetos e uma captação de detalhes impossível com outras câmeras, já que tem uma distância focal muito curta, então dá para quase "encostar" o aparelho no objeto que será fotografado:

Já a dupla grande angular e ultra grande angular traz diferentes enquadramentos e expressividades para as mesmas cenas:

As câmeras do K41S tem um desempenho regular. Quando temos boa condição de luz, se saem bem e conseguem até entregar resultados bastante positivos, como o bom HDR na foto com o cachorro no contra-luz. Mas é só dificultar um pouco mais o "serviço" para ver uma granulação exagerada, perda de detalhes e cores. 

A foto na quadra e a noturna na frente da igreja mostram a dificuldade do aparelho de encontrar um bom resultado quando está em uma situação mais desafiadora de luz, enquanto a foto dos computadores mostram resultados bem diferentes quando o assunto está bem iluminado (o PC completo sobre a mesa) ou mais escurecido (computador com tira de LED azul ao fundo).

Como se trata de um aparelho de entrada, não é uma surpresa que há economias nas câmeras, e em situações desafiadoras ela não irá entregar bons resultados. Porém, considerando o segmento de preço que está inserido, o K41S não se sai mal, ganhando do Moto G8 Play na versatilidade de mais câmeras, por exemplo.

Com a câmera frontal temos um nível de desempenho não muito distante do visto nas câmeras traseiras. Boas situações de luz, se sai bem, se escurecer um pouco o ambiente, começa a passar dificuldades.

O K41S também consegue fazer o desfoque do fundo com a câmera frontal, porém como só possui uma câmera conta apenas com software para criar o efeito, com resultados que podem variar de acordo com o "acerto da mão" do programa.

Performance

Com um foco em economia, a LG manteve chip usado no K40S, com um SoC um tanto antigo, o Helio P22. Esse chip foi introduzido em 2018 e tem como foco o suporte a duas câmeras e telas com resolução de até 1600x720. Combinado com ele temos 3GB de memória RAM, uma boa quantidade, e 32GB de armazenamento, que vamos comentar mais adiante.

Falando da performance do chip, o Helio P22 tem desempenho suficiente para rodar o Android de forma satisfatória, porém tem sinais de lentidão em alguns momentos. Especialmente na transição de aplicativos ou ao abrir um novo app, dá para sentir pequenos engasgos e reações um tanto lentas para trazer o teclado, girar a tela, entre outros. Não torna seu uso impossível, porém é perceptível algumas transições lentas.

Em games ele "se vira", conseguindo entregar com fluidez aceitável games como Call of Duty Mobile em qualidade baixa e taxa de quadros no médio, e não tem dificuldades em Free Fire ou games mais leves. Para quem quer focar na jogatina, deve cogitar um modelo com hardware mais robusto.

Falando na memória, temos um ponto crítico. 32GB é uma quantidade de memória que pode ser insuficiente rapidamente. Com alguns jogos e podcasts, não precisei de uma semana para receber a mensagem de que estava ficando sem espaço. É possível expandir em até 2TB o espaço com uso de um cartão microSD, porém nem todo app aceita ser instalado nele e também há um impacto em performance ao usar esse tipo de mídia, então é importante cogitar gastar um pouco mais e partir para um aparelho com ao menos 64GB.

O K41S atende um uso leve do Android, mas consumidores mais exigentes e devem procurar um aparelho mais robusto

 

O desempenho do K41S é suficiente para um uso leve do Android, porém usuários mais avançados, que fazem muito multitasking ou querem executar ações mais pesadas, como games e apps complexos como edição de fotos e vídeos, devem cogitar um aparelho mais potente.

Autonomia

Com todo o porte do aparelho, temos espaço de sobra para uma bateria grande, e nesse caso a LG colocou 4000 mAh com a missão de não deixar sem energia o grande display desse aparelho.

Em nossos testes, o K41S tem duração de bateria de mais 9 horas com a tela sempre acesa, de acordo com estimativas do Accubattery, o que é um bom resultado considerando o tamanho da tela. Em uso combinado, é um aparelho que pode chegar a dois dias ou mais se você faz um uso moderado de seu aparelho. 

Com o carregador que vem na caixa tivemos um bom resultado, recarregando 12% em 15 minutos. Não chega a disputar com bons carregadores rápidos, mas é um resultado OK para um aparelho com uma bateria tão grande e um modelo de entrada. Falando nisso, por se tratar de um dispositivo de baixo custo, obviamente ficou de fora o carregamento por indução.

Conclusão

O K41S é um smartphone com baixo custo, mas que conta com alguns trunfos na manga. Os principais são a grande quantidade de câmeras, com uma grande versatilidade de enquadramentos e lentes, e uma tela muito ampla. 

Com isso ele tem muito potencial para agradar aquele consumidor que gosta de um smartphone dos grandes, onde você vai aproveitar o display enorme para consumir multimídias ou jogar. 

Porém, por se tratar de um modelo de um segmento mais acessível, há diversas economias. A tela não tem uma resolução alta, enquanto o conjunto de câmeras não entrega bons resultados em cenas mais desafiantes de luz. A performance é suficiente para alguém que faz uso leve do aparelho, mas basta um multitasking mais intenso, fazendo mais coisas ao mesmo tempo, para o hardware sentir o peso das aplicações rodando.

O K41S é a melhor opção para quem buscava um aparelho de tela grande a baixo custo, com o extra das múltiplas câmeras

 

Se o seu orçamento não permite subir para opções mais robustas, o K41S é uma opção relevante se você quer esse conjunto de múltiplas câmeras e, principalmente, se está de olho em um smartphone com uma tela enorme. O aparelho foi lançado por R$ 1.299, mesmo preço que rivais como o Moto G8 Play que já é encontrado por menos de R$ 999, então tem forte potencial em se tornar em curto prazo um aparelho bastante atraente. Só ficaria de olho em modelos do patamar dos R$ 1,2 mil que já trazem telas melhores e mais memória interna.

Nota

7,0

Prós

  • Ampla tela
  • Grande quantidade de câmeras
  • Performance suficiente para uso leve
  • Boa duração de bateria
  • Preço acessível

Contras

  • Tela com baixa densidade de pixels
  • Câmera com baixa performance em cenas desafiadoras
  • Engasgos no desempenho em uso mais intenso
  • 32GB de memória enche rápido
User img

Diego Kerber

Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Samsung lança celular de entrada Galaxy A01 Core no Brasil

Samsung lança celular de entrada Galaxy A01 Core no Brasil

Smartphone conta com tela de 5,3 polegadsa e bateria de 3.000 mAh


Processador do iPhone 12 pode ser até 40% mais rápido do que iPhone 11, segundo rumor

Processador do iPhone 12 pode ser até 40% mais rápido do que iPhone 11, segundo rumor

A14 Bionic feito no processo de 5nm deve trazer mudanças visíveis em relação ao A13 Bionic


Vale a pena investir em um Galaxy Note 20? Veja diferenças com o Galaxy Note 20 Ultra

Vale a pena investir em um Galaxy Note 20? Veja diferenças com o Galaxy Note 20 Ultra

Está pensando em investir em um Galaxy Note 20? Veja algumas dicas antes da compra


Xiaomi anuncia edição especial do Redmi Note 8 Pro na cor Coral Orange

Xiaomi anuncia edição especial do Redmi Note 8 Pro na cor Coral Orange

Nova opção de cor foi confirmada pela empresa no Twitter


Mais de 400 vulnerabilidades descobertas em processadores Snapdragon da Qualcomm

Mais de 400 vulnerabilidades descobertas em processadores Snapdragon da Qualcomm

Empresa de pesquisa em segurança publicou relatório Achilles, alertando para as falhas