ANÁLISE: HyperX Savage EXO -  Bom SSD portátil, mas custando mais que concorrentes

ANÁLISE: HyperX Savage EXO - Bom SSD portátil, mas custando mais que concorrentes

SSD se sai bem na média, mas tem desempenho inferior a modelos de mesmo custo

Hoje, trazemos mais uma análise de SSD portátil, agora do modelo HyperX SAVAGE EXO, com capacidade de 480GB. Essa linha possui modelos de 480GB e 960GB, ambas utilizando memórias do tipo 64L TLC da Toshiba. Os modelos são baseados em conexão USB 3.1 Gen2, alcançando velocidade de até 500MB/s.

Na análise, vamos comparar o SSD com outras soluções, incluindo um SSD interno baseado em conexão SATA com velocidade bem semelhante e outro modelo concorrente. Vale destacar que já existem modelos USB 3.1 Gen2 com velocidades maiores, como o Sandisk Extreme Portable PRO, que alcança 1.000MB/s - uma versão superior ao Extreme Portable que analisamos faz pouco tempo.

Site oficial dos SSDs HyperX SAVAGE EXO

Em cenário internacional, o modelo de 480GB custa cerca de US$ 118, enquanto o de 960GB custa US$ 170 (pesquisa feita no dia 19/05/2020 na newegg.com). No Brasil, antes da pandemia, era possível encontrar o modelo de 480GB por cerca de R$ 700 em média, cerca de R$ 350 a mais do que um SSD SATA de 2.5 polegadas. Porém a pandemia gerou dois problemas: um é a falta de produtos no mercado, e outro é que os modelos restantes estão custando bem mais - o dobro praticamente.

CONFIRA NOSSO GUIA COMPLETO SOBRE SSD E HD CLICANDO AQUI


Especificações

Como destaques, os SSDs da linha SAVAGE EXO alcançam velocidades de até 500MB/s. Ele é baseado em conexão USB 3.1 Gen2, a mais atual e rápida, por enquanto, quando o assunto é USB, apesar do SSD não alcançar o limite da conexão, que possibilita ir bem além.

A HyperX também destaca a compatibilidade do SSD com Windows, MAC e também consoles como PS4 e XBOX. Vale lembrar que alguns consoles podem gerar seu sistema próprio de arquivos, não possibilitando que sejam reconhecidos em outra plataforma.

Compatível com Windows, Mac, Android, PS4 e XBox

 

Continua após a publicidade

Preços

Preço no lançamentoU$ 120,00 08/05/2020R$ 565,00 05/04/2020
Preço atualizadoU$ 120,00 08/05/2020U$ 95,00 08/05/2020

Ficha Técnica

Tipo de ArmazenamentoSSD SSD
ConexãoUSB 3.1 Gen 2 USB 3.1 Gen 2
Capacidades480GB e 960GB 250GB, 500GB, 1TB e 2TB
Tipo de memóriaBiCS3 64L TLC Não Informado
Leitura Sequencial500 550
Gravação Sequencial480 Não Informado
Garantia3 anos 3 anos
Site OficialLinkLink

SHSX100/960G - SSD Externo de 960GB HyperX Savage Série 100

SHSX100/960G - SSD Externo de 960GB HyperX Savage Série 100


Fotos

O SAVAGE EXO é menor que um modelo de 2.5 polegadas na largura, mas é um pouco mais comprido. Diferente do Extreme Portable que analisamos, ele não tem o corpo emborrachado, logo pode ter um problema maior com eventuais quedas. Um ponto positivo é que ele traz uma luz de led - algo simples, mas que ajuda bastante a ver o status do SSD, como, por exemplo, se ele está conectado ou sendo acessado e transferindo dados.

Acompanha o SSD um cabo USB-C para USB-C e outro USB-A para USB-C.

Continua após a publicidade

Abaixo, colocamos o SAVAGE EXO ao lado de um Pen Drive USB 3.1 de 256GB da SanDisk, um case para SSD formato M.2 e um SSD no tradicional formado de 2.5 polegadas. Acho que ele poderia ser consideravelmente maior, pois ajudaria na questão de portabilidade. Como falei na review do Sandisk Extreme Portable, uma solução de conexão com o cabo fixo ao corpo do SSD de alguma forma também seria muito bem vinda, a menos que fosse possível fixar o cabo.


Sistema utilizado

Abaixo, as configurações do sistema e softwares utilizados para os comparativos.

Máquina utilizada nos testes: 

- Mainboard Gigabyte X570 AORUS Master [análise]
- Processador AMD Ryzen 9 3900X [análise]
- Placa de vídeo NVIDIA GeForce RTX 2080[análise]
- Memórias G.Skill TridentZ RGB 16GB (2x8GB) [site oficial]
- SSD Gigabyte AORUS PCIe 4.0 2TB [site oficial]
- Fonte Thermaltake Toughpower 850W Gold [site oficial]

O SISTEMA NÃO RODA ANTI VÍRUS OU APLICATIVOS
QUE POSSAM INTERFERIR NOS TESTES

 

Sistema Operacional e Drivers: 
- Windows 10 Pro 64 Bits Build 1909 + Atualizações

Aplicativos/Games:
- AS SSD Benchmark 2.x
- ATTO Benchmark 4.x
- BootRacer 7.x
- CrystalDiskMark 6.x
- DiskBench


Temperatura

Tratando-se de temperatura, SSDs de 2.5 polegadas SATA variam pouco sobre a temperatura ambiente. Mas, no caso de modelos portáteis, pode mudar bastante dependendo o projeto e tecnologia de conexão. Abaixo, é possível ver uma diferença considerável entre os modelos Sandisk Extreme Portable e o HyperX Savage EXO, por exemplo, ambos utilizando a mesma tecnologia de conexão.


Testes sintéticos

AS SSD Benchmark
Começamos nossos testes com o AS SSD Benchmark, software específico para testes de drives SSD, HD etc. O aplicativo faz uma série de testes em diversas situações de leitura e escrita e, no final, gera uma pontuação com a média entre todos os testes. Confiram abaixo:

ATTO Disk Benchmark
Outro famoso aplicativo para teste de desempenho de unidades de armazenamento é o ATTO. Vejam abaixo o comportamento dos modelos comparados:

OFF-TOPIC: Abaixo, o gráfico de número 11.000 utilizado em um conteúdo do Adrenaline

 

CrystalDiskMark
Com o aplicativo CrystalDiskMark versão 6, outro muito famoso para testes de drives, optamos por utilizar dois resultados recomendados pelos próprios desenvolvedores: o teste "SeqQ32T1" e o "4KiB Q32T1". Abaixo, os scores em modo leitura e escrita:

Testes práticos

Carregando um game (Battlefield V)
Não foi possível rodar o jogo pelo SSD, mesmo com o sistema dando BOOT e funcionando em todos os demais testes. Não teve jeito de funcionar em qualquer drive conectado por USB.

Com esse teste, consideramos não apenas instalar o jogo no SSD, mas também rodar o sistema operacional no mesmo. Tivemos que remover da bateria.


Tempo de BOOT (Windows 10 Pro 64 bits)
Com o software BootRacer, medimos o tempo necessário para inicializar o sistema operacional, um dos principais atrativos de drives SSD.

O menor tempo depois de 3 BOOTs seguidos e tempo informado pelo Boot Racer

 

O teste consiste no melhor resultado após três boots seguidos do sistema, considerando o tempo total até finalizar na área de trabalho, com o tempo informado pelo aplicativo. Por isso, é mais lento que o boot até mostrar a tela da área de trabalho, já que ele considera que mesmo aplicações em segundo plano carreguem por completo.


Cópia de arquivo - SSD NVMe
Abaixo, os testes de desempenho em cópia, utilizando um SSD padrão NVMe de alto desempenho para enviar e também receber. Sendo assim, tiramos o fator limitador de velocidade de um drive mais lento, como aconteceria com um HD padrão Sata3, já que o SSD utilizado, um Gigabyte AORUS PCIe 4.0, tem velocidade de leitura de até 5.000 MB/s e escrita de 4.400MB/s.

O teste utiliza o aplicativo DiskBench para o processo.

Para o cenário ideal em cópia, ambos os drives precisam ser rápidos

 

Drive analisado para SSD Gigabyte AORUS PCIe 4.0 NVMe M.2 2TB (leitura)
Neste teste, copiamos os arquivos do drive analisado para um SSD NVMe de alto desempenho. Este seria o teste de leitura, já que ele não escreve nada no drive analisado.

Gigabyte AORUS PCIe 4.0 NVMe M.2 2TB para drive analisado (escrita)
Invertendo o processo, agora copiamos os arquivos do AORUS Gen4 para o drive analisado, consistindo em um teste prático de escrita, já que os dados estão sendo gravados no drive. 


Conclusão

Como temos destacado bastante, felizmente os SSDs estão ficando mais baratos - e não são apenas os modelos tradicionais. Além deles, quem também tem se beneficiado da popularização dos SSDs são as soluções portáteis, bem mais caras e limitadas há pouco tempo atrás, mas que nos últimos meses estão (estavam, já que a pandemia complicou tudo) bem mais atrativos com a série de modelos chegando ao mercado.

Como vimos nos testes, o SAVAGE EXO é um bom SSD, porém tem desempenho igual ou inferior em boa parte dos testes quando comparado ao também portátil Sandisk Extreme Portable. Para esse tipo de produto, um dos testes que julgo ser mais importante é o de cópia de arquivos, tanto para fora como para dentro do SSD (leia-se leitura e escrita). Nessa situação, o SAVAGE EXO não sei saiu muito bem na escrita, inclusive abaixo do que promete (refizemos os testes mais de uma vez), mas melhor que qualquer HD externo como é de se esperar.

Um bom SSD portátil, mas também um dos mais caros

 

O corpo dele tem tamanho um pouco maior do que o modelo da Sandisk, fator importante em portáteis. Além disso, ainda não tem proteção contra quedas e certificação IP55 - todas características que o Extreme Portable possui.

Um detalhe é que o HyperX Savage EXO tem LED de status - não é algo que muda muito, mas sempre ajuda para saber se o SSD está conectado, se está sendo utilizado em uma cópia, ou se está em estado ocioso. Outro teste importante foi que o modelo da HyperX esquenta bem menos que o modelo da Sandisk, provavelmente por ser um pouco maior e não ter o corpo completamente fechado, situação necessária para o Sandisk conseguir a certificação IP55. 

Junto com o SSD, vem um cabo USB tipo-A e outro tipo-C, ambos com a outra ponta tipo-C para conectar no próprio SSD. A compatibilidade dele é muito boa com PC, MAC, smartphones e consoles, mas é o padrão de mercado e não diferente dos demais. Como falei na análise do Sandisk Extreme Portable, acho que soluções assim, especialmente baseadas em USB tipo-C, deveriam considerar algum tipo de conexão fixa no SSD ou algo para possibilitar prender o cabo, já que, diferente de um pen-drive, sem o cabo ele não tem funcionalidade.

O preço antes da pandemia ficava na casa R$ 700 reais - mas agora no site da HyperX custa R$1.308 na versão de 480GB, é alto de mais e injustificável. Mas, além dos preços inflados pela pandemia, que não devem baixar tão cedo, ainda é difícil encontrar à venda justamente pela alta procura de soluções desse tipo e também pelo dólar alto, sendo o site da HyperX o único local onde encontramos ele à venda.

Nota

7

Prós

  • Bom tempo de leitura
  • Boa temperatura em uso contínuo

Contras

  • Preço alto
  • Corpo sem proteções contra queda
User img

Fabio Feyh

Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Mundo Conectado escreve artigos e análises de gadgets relacionados a fotos e vídeo, como drones e action cams.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Microsoft lançará Xbox Series X e S no Brasil em 10 de novembro

Microsoft lançará Xbox Series X e S no Brasil em 10 de novembro

Consoles já estão em pré-venda no país por valores que partem de R$ 2.999


SSDs podem alcançar preço mais baixo da história no começo de 2021

SSDs podem alcançar preço mais baixo da história no começo de 2021

Alto fornecimento de memórias pode derrubar os valor dos componentes em 15%


Resolvendo o notebook lento da estagiária! Chega de esperar ele ligar

Resolvendo o notebook lento da estagiária! Chega de esperar ele ligar

Seu PC (e o da Ana) pode estar a um upgrade de ficar bom, sabia?