Análise Moto G8 - um dos MELHORES custo x benefício do mercado

Análise Moto G8 - um dos MELHORES custo x benefício do mercado

Motorola acerta um ótimo balanço entre a qualidade e os recursos

O Moto G8 é um celular inteligente da Motorola do segmento intermediário, em uma altura onde vemos aparelhos que buscam um bom balanço entre um preço acessível e qualidade.

Ele tem algumas reduções comparado ao Moto G8 Plus, como uma tela com menor resolução e uma configuração diferente para as câmeras, mas em contrapartida mantém outros elementos como a performance.

Análise em vídeo

Especificações técnicas

Preços

Preço no lançamentoR$ 1.189,15 14/04/2020R$ 1.495,00 05/12/2019R$ 1.124,00 15/04/2020
Preço atualizadoR$ 1.189,15 14/04/2020R$ 1.349,00 05/01/2020R$ 1.124,00 15/04/2020

Ficha Técnica

FabricanteMotorola Motorola Samsung Xiaomi
Site oficialLinkLinkLinkLink

Display

Tamanho6,4 polegadas6,3 polegadas6,4 polegadas6,3 polegadas
Resolução720 x 1560, 268 ppi 1080 x 2280, 400 ppi 720 x 1560 1080 x 2340, 409 ppi
TecnologiaLTPS IPS LCD LTPS IPS LCD Super AMOLED IPS LCD
ProteçãoCorning Gorilla Glass

Câmera

TraseiraTripla 16MP + 8MP + 2MP Tripla 48MP + 16MP + 5MP 25MP + 5MP + 8MP 48MP + 8MP + 2MP + 2MP
Vídeos[email protected]; [email protected] [email protected]; [email protected] [email protected], [email protected] [email protected], [email protected]
Frontal8MP 25MP 16MP 13MP
DetalhesTraseiras: wide PDAF f/1.7, ultrawide 8MP f/2.2 e macro 2MP f/2.2 Traseiras: wide f/1.7 PDAF, ultra-wide f/2.2, câmera de profundidade f/2.2 Abertura de f/1.7 e f/2.2 na traseira, abertura de f/2.0 na câmera frontal 48 MP, f/1.8, (wide) + 8 MP, f/2.2, 13mm (ultrawide) + 2 MP f/2.4, 1/5 (macro) + 2 MP f/2.4 (depth sensor)

Especificações

Sistema OperacionalAndroid 10 Android 9 (Pie) Android 9.0 (Pie) Android 9 (Pie), MIUI 10
ProcessadorQualcomm Snapdragon 665 Qualcomm Snapdragon 665 Exynos 7904 Qualcomm Snapdragon 665
Número de núcleos8 8 8 8
Clock4x2.0 GHz 4x1.8GHz 4x2.0 GHz 4x1.8GHz 2x1.8 GHz Cortex-A73 & 6x1.6 GHz Cortex-A53 2 GHz
GPUAdreno 610 Adreno 610 Mali-G71 MP2 Adreno 610
Memória RAM4 GB4 GB4 GB4, 6 GB
Armazenamento interno64 GB64 GB64 GB64, 128 GB
Cartão microSDAté 512GB Até 512GB Até 512GB até 256 GB
Bateria4000 mAh4000 mAh4000 mAh4000 mAh
Dimensões161.3 x 75.8 x 9 mm158.4 x 75.8 x 9.1 mm158.4 x 74.7 x 7.8 mm158,3 x 75,3 x 8,4 mm
Peso188 g188 g169 g190 g
Portas de conexãoUSB-C USB-C USB Tipo-C Tipo C
REDELTE LTE 4G LTE
Tipo de cartão SIMDual Nano SIM Dual Nano SIM Nano SIM Dual SIM

Recursos

Leitor de DigitalSIM SIM SIM, na tela SIM
ResistênciaResistente a respingos Resistente a respingos NÃO NÃO
RadioSIM SIM SIM FM
Bluetooth5.0 5.0 5.0 5.0
Carregamento sem fioNÃO NÃO NÃO NÃO
NFCNÃO NÃO NÃO NÃO
GPSA-GPS, GLONASS, BDS, GALILEO A-GPS, GLONASS, BDS, GALILEO SIM A-GPS, GLONASS, GALILEO, BDS
ExtrasCarregador 10W Carregador rápido 15W Carregador rápido 15W Carregamento rápido de 18W

Design e Tela

O Moto G8 fica dentro do estilo da nova geração de produtos da Motorola, com o módulo de câmeras ficando mais discreto e deslocado para uma lateral, bordas mais finas e, nesse caso, um furo na tela deslocado para o canto esquerdo para posicionar a câmera frontal.

O corpo do aparelho é feito em plástico com um acabamento brilhante, ficando com a cara de vidro que praticamente todos os smarpthones tem apostado atualmente. Considerando que é um aparelho buscando um custo acessível, não acho ruim o visual do Moto G8.

Continua após a publicidade

O display tem economias comparado ao Moto G8 Plus na resolução, indo do FullHD+ para a resolução HD+, mas felizmente mantém características importantes como bom nível de saturação de cor, brilho e baixa distorção da imagem mesmo que você olhe para ela de diferentes ângulos. Particularmente, acho suficiente a resolução HD para o porte desse aparelho, e não chego a perceber imagens de baixa qualidade devido a contagem menor de pixels.

A redução na resolução da tela é uma das economias comparado ao modelo G8 Plus

A tela segue com alguns problemas que notamos em modelos como o Moto One Vision: o furo na tela acaba fazendo uma certa bagunça no topo da interface, tornando a barra superior um tanto mais larga, mas nada horroroso. Há também uma leve variação na iluminação da tela bem próximo das bordas mas, considerando que é um produto buscando um preço competitivo, isso está longe de chegar a um nível que incomode.

A caixa de som, infelizmente, segue a fórmula mais comum da indústria. Está toda localizada na parte inferior, em um local um tanto fácil de se abafar dependendo de como você segura ou apoia o aparelho em algum lugar. Apesar disso, o som é acima da média, com boa intensidade e definição. 

Performance

Um dos pontos mais positivos quando olhamos na "descida" do Moto G8 Plus para o G8 "não plus" é que o hardware foi mantido. Isso quer dizer que segue por aqui o excelente Snapdragon 665, um com chip intermediário que manda bem em performance, combinado com 4GB de memória RAM, o que também é uma quantidade mais que suficiente.

Falando em memória, o aparelho vem com 64GB de armazenamento. É uma quantidade que dá conta com tranquilidade do uso da maioria dos consumidores, mas a própria Motorola já foi mais generosa em um patamar próximo de preço, como quando equipou alguns modelos com 128GB. Ainda assim, considerando o segmento de valor que está, o armazenamento do G8 está de bom tamanho.

Em nossa experiência de uso, o aparelho deu conta do recado abrindo apps de forma ágil e conseguindo alternar entre eles sem sinais de lentidão. A performance em games e satisfatória, com Call of Duty Modern Warfare se configurando automaticamente no pre-set de gráficos no alto e taxa de quadros no alto, apesar que preferi baixar para o médio para ganhar mais fluidez nas imagens, já que dá pra sentir algumas quedas leves quando está na qualidade alta. Em PUBG Lite também foi possível jogar em qualidade média e taxa de quadros no médio, e o jogo rodou com boa fluidez e de forma eficiente.

Autonomia

Continua após a publicidade

O Moto G8 segue a tendência do mercado de baterias maiores, e vem equipado com generosos 4000 mAh, quantidade que funciona muito bem com seus componentes intermediários e que, por consequência, consomem menos energia.

Em nossos testes ele sobra com folga para um dia completo de uso e quase chega ao segundo. O aplicativo AccuBattery estimou que ele é capaz de segura quase 14 horas com a tela sempre acesa, um ótimo resultado, e também pode chegar a 45 horas de uso combinado, aquele com momentos de uso alternado com momentos ocioso.

O carregador que vem na caixa é do tipo rápido, mas não é dos mais rápidos. O carregador de 10W. Em nossos testes ele recuperou 13% da carga em 15 minutos, o que é um resultado "OK", já havendo vários aparelhos que se saem melhor que isso, alguns até com baterias maiores.

Câmera

O G8 trouxe um conjunto triplo de câmeras, assim com o G8 Plus, porém mudou "a formação" desse trio, além de trazer sensores com resoluções um pouco menores comparado a versão plus.

O aparelho conta com a dupla de câmeras wide e ultra-wide, substituindo a terceira câmera de detecção de profundidade por uma câmera macro. Essa câmera tem como diferencial uma baixíssima distância focal, então você pode praticamente encostar no objeto sendo fotografado, e capturar detalhes muito próximos como texturas e partes minúsculas de um objeto. Abaixo um comparativo do mesmo posicionamento com a foto batida pela lente wide e a ultra-wide:

Considerando o conjunto, o G8 tem uma das combinações mais legais de múltiplas câmeras. Tanto a macro quanto a ultra-wide possibilitam enquadramentos bem diferentes das cenas, com uma pegando muito mais do ambiente e a outra capturando muito mais de um único ponto. É bom destacar que elas possuem uma qualidade inferior a câmera principal, em partes decorrente da menor abertura para luz e sensores de menor resolução presentes nelas. Só em aparelhos mais caros vemos um melhor equilíbrio na qualidade de toda as câmeras, e as vezes nem neles.

Com a macro dá pra ir pesado na aproximação do objeto, e fazer fotos que não são possíveis com lentes tradicionais. Abaixo você pode ver uma foto da mesma posição com a lente tradicional e a lente macro:

As fotos em geral tem qualidade aceitável, mas é uma pena que alguns recursos presentes em modelos mais caros começam a ficar de fora. O principal exemplo é o Night Vision, modo que faz um pós-processamento intenso da cena e captura de longa exposição para melhorar fotos noturnas. Ele está presente no G8 Plus, mas está ausente aqui, e faz falta nos cliques em lugares pouco iluminados.

A câmera frontal não é excepcional, mas "se defende", como dá pra ver nessa foto em um local com iluminação mediana e com o problema de encarar um contra-luz. O efeito de desfoque no fundo até que funcionou bem:

O efeito bukeh também está disponível na câmera traseira, com bons resultados como dá pra ver nessa foto abaixo:

Recursos e Extras

A Motola já consolidou sua postura de modificar muito pouco no sistema da Google, entregando o chamado "Android Puro". As interfaces estão praticamente inalteradas comparando ao sistema padrão, com poucas adições nos menus, nos apps instalados e em funcionalidades.

Falando nelas, as funcionalidades incluídas pela empresa estão entre algumas das mais interessantes e são muito bem-vindas. Entre as principais, estão algumas já bem conhecidas pelos consumidores de produtos da linha Moto, como o Moto Tela, que acende o display para mostrar informações como hora, restante de bateria e notificações, além de permitir certos gestos como torcer o pulso para abrir a câmera e chacoalhar para acender o LED e usar como lanterna. Todas são bem intuitivas e operam muito bem no Moto G8 Plus.

A Motorola também trouxe um modo Gametime com algumas funções úteis para quando você está jogando algo, como desligar notificações e ligações, manter o brilho de tela fixo e atalhos para tirar screenshots.

Conclusão

O Moto G8 faz economias, mas acerta no que mantém. A tela perde resolução comparado ao modelo Plus, mas ainda possui uma densidade de pixels suficientes para ter uma imagem com qualidade suficiente. A câmera perde alguns truques, mas ainda dá conta do recado, especialmente considerando esse segmento de preço.

Moto G8 acerta o equilíbrio entre economia e recursos

Um dos principais pontos fortes foi o hardware, pois aqui foi mantida a configuração do G8 Plus, com boa quantidade de RAM e um chip da Qualcomm potente. Como resultado é muito confortável usar o G8, seja para atividades do cotidiano como aplicações mais pesadas, tipo games, onde ele se sai bem para um modelo dessa faixa de custo.

Apesar dos cortes em relação a outros modelos, o G8 é um dos melhores da linha. Enquanto o G8 Play exagera nas reduções, e começa a trazer pouca RAM e um chip pouco potente, na outra ponta o G8 Plus ficou longe de nos convencer, pois traz poucos benefícios pelo investimento adicional. Ele também bate o One Macro, outro modelo que já recomendamos no passado por ter bom boa relação custo vs benefício.

Com preço de lançamento de R$ 1.399, ele já é encontrado por menos de R$ 1.100, e é um dos mais fortes concorrentes nesse segmento. Se você está procurando um aparelho "nem caro nem barato demais", esse aqui é um celular pra ficar de olho.


Nota

8,0

Prós

  • Novo design melhorado
  • Bom desempenho e bastante memória
  • Capinha e carregador rápido incluídos na caixa
  • Boa autonomia
  • Preço competitivo

Contras

  • Sem recursos como Night Vision
  • Sem estabilização óptica na câmera
  • Sem NFC e rede 5GHz WiFi
User img

Diego Kerber

Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Motorola One Vision Plus aparece em teste de benchmark com Snapdragon 665 e 4 GB de RAM

Motorola One Vision Plus aparece em teste de benchmark com Snapdragon 665 e 4 GB de RAM

Novo smartphone da empresa deverá ser apenas uma evolução do modelo original lançado em 2019


Update OxygenOS 10.5.9 desativa câmera

Update OxygenOS 10.5.9 desativa câmera "raio-x" do OnePlus 8 Pro

Até mesmo a variante global teve o recurso removido por conta de "ajustes temporários"


Oppo lança edição limitada de smartphone com tema de Evangelion

Oppo lança edição limitada de smartphone com tema de Evangelion

Em 2020, icônico anime de Hideaki Anno comemora seu 25º aniversário


McLaren confirma fim da parceria com fabricante de celulares OnePlus

McLaren confirma fim da parceria com fabricante de celulares OnePlus

Empresas estavam colaborando desde 2018 na criação do smartphones ultra-premium


Huawei P20 Pro e Mate 10 começam a receber o Android 10 com a EMUI 10

Huawei P20 Pro e Mate 10 começam a receber o Android 10 com a EMUI 10

Atualização começou a ser disponibilizada na Europa e em alguns países da Ásia