Análise: ASUS ROG Phone II - um smartphone totalmente projetado para games

Análise: ASUS ROG Phone II - um smartphone totalmente projetado para games

Celular traz recursos que o tornam único para jogos, mas ficou devendo mais empenho na câmera

O ROG Phone II é um celular topo de linha com foco em games, sendo parte da linha Republic of Gamers, ramo de produtos de alto desempenho da Asus. Esse é um aparelho totalmente construído com foco no desempenho em jogos, tanto em design, componentes e até um complexo ecossistema de acessórios e funcionalidades adicionadas.

O mercado de games vem crescendo ano após após a ano. Atualmente a plataforma que mais fatura, acredite você, ou não, é a mobile. Desenvolvedores e lojas de jogos mobile faturam mais que XBOX, PlayStation ou games para PC. E o motivo é simples: hoje passamos mais tempo ocupados e com os telefones em nossas mãos do que temos tempo de sentar no sofá ou ficar parado em frente ao PC. O modelo de negócios também ajuda. Jogos gratuitos onde vc pode degustar antes de investir levou esse mercado a atingir tickets médios maiores que em outras plataformas e os jogos estão ficando cada vez mais complexos. Nesse cenário surge o ROG Phone II, um telefone totalmente focado em games e que promete entregar uma experiência única para quem quer jogar em um smartphone.

Mas será que a empresa acertou a mão? Passei pouco mais de um mês usando o ROG Phone II e eu vou lhe contar a minha opinião nessa análise.

Comparativos

Preços

Preço no lançamentoR$ 4.499,00 21/10/2019U$ 1.099,00 20/09/2019R$ 4.769,00 06/09/2019R$ 3.000,00 20/10/2019
Preço atualizadoR$ 4.499,00 21/10/2019U$ 1.099,00 20/09/2019R$ 4.769,00 17/10/2019R$ 3.000,00 20/10/2019

Ficha Técnica

FabricanteASUS Apple Samsung Xiaomi
Site oficialLinkLinkLink

Display

Tamanho6,59 polegadas6,4 polegadas6,3 polegadas6,39 polegadas
Resolução1080 x 2340, 391 ppi 2688 x 1242 1080 x 2280, 401ppi 1080 x 2340
TecnologiaAMOLED 120Hz OLED Super Retina XDR Dynamic AMOLED AMOLED
ProteçãoCorning Gorilla Glass 6 Resistente à riscos e oleofóbica Corning Gorilla Glass

Câmera

TraseiraDual 48 MP + 13 MP Tripla 12MP + 12MP + 12MP 12MP + 12MP + 16MP Dupla 48MP + 12MP
Vídeos2160p @ 60 fps, 1080p @ 240 fps, 720p @ 960 fps [email protected] 2160p 60fps, 1080p 240fps, 720p 960fps, HDR, dual-video 2160p @ 30fps, 1080p @ 30fps, 720p @ 120fps
Frontal24MP, f/2.2 12MP com TOF 10MP 20 MP, f/2.2
DetalhesTraseiras 48 MP, f/1.8, 26mm (wide), 1/2", 0.8µm, PDAF/Laser AF + 13 MP, f/2.4, 11mm (ultrawide) Flash Retina, câmera lenta a [email protected], efeito bokeh, 12 MP, f/1.5-1.8-2.4, 26mm (wide) + 12 MP, f/2.1, 52mm (telephoto) + 16 MP, f/2.2, 12mm (ultrawide) Traseira 12 MP, f/1.8, 1.25µm, dual pixel PDAF + 20 MP, f/1.8, 1.0µm, AF, 2x optical zoom

Especificações

Sistema OperacionalAndroid 9 (Pie) iOS 13 Android 9 Pie Android 9.0 (Pie)
ProcessadorQualcomm Snapdragon 855 Plus A13 Bionic Qualcommm Snapdragon 855 ou Samsung Exynos 9825 Qualcomm Snapdragon 855+
Número de núcleos8 6 8 8
Clock2.96 GHz 2x 2.65 + 4x 1.8GHz 2.8GHz / 2.73GHz 4x2.84 GHz Kryo 385 Gold + 4x1.8 GHz Kryo 385 Silver
GPUAdreno 640 4 núcleos Apple GPU Adreno 640 e Mali-G76 MP12 Adreno 640
Memória RAM12 GB4 GB8 GB8, 12 GB
Armazenamento interno256, 512 GB64/256/512 GB256 GB128, 256 GB
Cartão microSDNÃO NÃO NÃO NÂO
Bateria6000 mAh3969 mAh3.500 mAh4000 mAh
Dimensões171 x 77,6 x 9,5 mm158 x 77,8 x 8,1 mm151 x 71,8 x 7,9 mm163 x 75 x 8,7 mm
Peso240 g226 g168 g205 g
Portas de conexãoUSB Tipo-C, P2 Lightining USB 3.1 Tipo-C USB Tipo-C
REDELTE 4G LTE LTE
Tipo de cartão SIMDual SIM Nano SIM Nano SIM ou Hybrid Dual SIM Nano SIM

Recursos

Leitor de DigitalSIM NÃO SIM, na tela SIM
ResistênciaNÃO IP68 IP68 NÃO
RadioNÃO NÃO Só na versão com Qualcomm NÃO
Bluetooth5.0 5.0 5.0 5.0
Carregamento sem fioNÃO SIM SIM, 20W NÃO
NFCSIM SIM SIM SIM
GPSA-GPS, GLONASS, BDS, GALILEO, QZSS A-GPS, GLONASS, GALILEO, QZSS A-GPS, GLONASS, BDS, GALILEO A-GPS, GLONASS, BDS
ExtrasTela 120Hz, acessórios, carregamento rápido de 30W (QC4.0) Face ID, Apple Pay Carregamento reverso, carregamento rápido de 25W Compatível com Black Shark Gamepad

Especificações

O ROG Phone II chega de voadora com os dois pés na concorrência quando o assunto é especificação. Câmeras a parte, a Asus resolveu pegar tudo que há de melhor no mercado e colocar dentro do seu flagship gamer. Começando pelo Snapdragon 855+, que traz 15% de desempenho gráfico com seu Adreno 649 se comparado ao Snapdragon 855. O ROG Phone II foi o primeiro smartphone lançado ao mercado com o novo SoC da a Qualcomm e os ganhos em desempenho gráfico é justamente o que se espera de um telefone gamer.

Em termos de memória RAM e armazenamento a empresa também não abriu mão do que há de melhor. Versões com 8 e 12GB de RAM garantem memória muito mais que suficiente pra executar qualquer função sem nenhum gargalo, já o armazenamento varia entre 128, 512 e 1TB baseado em UFS 3.0, que na prática oferece maior largura de banda, trazendo maior taxa de leitura e escrita. Quem mais usa flash drives UFS 3.0? Galaxy Fold, Galaxy Note 10 e 10+, OnePlus 7 e 7 Pro são alguns dos poucos que usufruem das vantagens da nova geração de drives de armazenamentos rápidos para smartphones.

O ROG Phone II traz todas as melhores especificações do mercado em um smartphone

Não adianta ter poder de fogo pra rodar tudo no máximo e ter uma tela mostrando imagens feias, chapadas e sem graça, pensando nisso a Asus  colocou uma tela HDR de 10 bits AMOLED de 6.59 polegadas rodando a até 120Hz. Essa tela é FHD+ (1080 x 2340) e tem 1ms de tempo de resposta. Somadas todas essas especificações o ROG Phone II traz uma tela única no mercado e entrega imagens simplesmente lindas e fluidas, além de extremamente responsivas, fatores cruciais para gameplays, especialmente competitivos. Em jogos que suportam 120Hz poder jogar com tamanha fluidez faz um diferença muito grande.

07/09/2019 às 18:00
Análise

Análise: OnePlus 7 Pro é um excelente celular com uma belíssi...

Câmera retrátil e sensor de digitais na tela são alguns recursos deste super high-end

A vantagem de ter uma tela de 120Hz é muito sentida nos jogos, mas não apenas neles. Navegar pelo Android traz uma experiência muito mais fluida com frequências acima de 60Hz. De fato, você sente muito mais o salto de 60Hz pra 90Hz do que de 90Hz pra 120Hz, algo que já percebemos no OnePlus 7 Pro. Essa é uma tendência de mercado e a partir de 2020, com muitos telefones começarão a trazer telas com suporte a 90Hz. A vantagem de configurar o sistema para rodar em 90Hz ao invés de 120Hz está na economia de bateria. Quanto maior a frequência, maior o uso de bateria já que a tela é atualizada mais vezes por segundo. Nos meus testes notei que o mundo ideal é configurar o Android 9 (Pie) pra rodar a 90Hz e configurar os jogos individualmente, já que o ROG Phone possui opção de configurar os jogos um a um, o que é uma grande sacada da Asus.

O ideal é maneirar no uso dos 120Hz, afinal aumenta o consumo de bateria

A bateria é um dos pontos fortes do ROG Phone II. São 6.000mAh e autonomia para 02 a 03 dias de uso cotidiano, ou até 7h jogando PUBG Mobile a 60FPS - com a tela configurará pra rodar a 60Hz. Bateria atualmente é o "calcanhar de Aquiles" da maioria dos telefones, e considerando-se que games drenam a bateria muito rapidamente, o combo de 6.000mAh e carregamento rápido é ainda mais importante. No caso do ROG Phone II o carregamento rápido é de 30W, sendo capaz de carregar dois terços da bateria (4.000mAh) em apenas 58 minutos.

Quando falamos de experiência em games, tão importante como ter gráficos de qualidade é uma boa qualidade de áudio. Quando fui para o lançamento global do ROG Phone II, os engenheiros da Asus explicaram a importância, no ponto de vista deles, de conseguir colocar uma experiência sonora ao mesmo tempo alta e sem perder qualidade. 

Grande capacidade de bateria é crucial para o ROG Phone II segurar bem rodando games, e chegar a até 3 dias de uso leve

Confesso, não sou um grande especialista em áudio, mas reconheço a qualidade de um bom áudio quando o escuto. No ROG Phone II o áudio é estéreo com uma saída na parte superior e uma na parte inferior do aparelho. São dois alto falantes com suporte a tecnologia DTS:X Ultra que juntos conseguem chegar a casa de 90dB sem perder a qualidade dos médios e trazendo um grave de qualidade, algo não tão comum em smartphones.

Dificilmente você vai colocar o som do seu ROG Phone II no máximo, pois 90dB é um volume realmente alto e que será útil apenas em ambientes barulhentos, porém a profundidade e a clareza de som produzidos pelo  ROG Phone II podem ajudar, seja na facilidade de ouvir seus inimigos se aproximando ou mesmo usufruir o máximo da qualidade sonora de game.

Mas nem tudo são flores. No quesito fotografia é onde a Asus deixa a desejar, ou, eu diria que é onde as escolhas da Asus na busca por um telefone perfeito pra games, acaba aparecendo. Na parte frontal, uma câmera de selfie de 24MP com abertura f/2.0 e qualidade no máximo razoável.  Está longe de ser o que se espera de um telefone nessa faixa de preço, porém temos que ter em mente que todas as escolhas da Asus foram feitas pensando em uma máquina ideal para games, não para fotografia. A Asus acerta ao posicionar a câmera no topo mais para a direita, tornando possível jogar com o ROG Phone na horizontal e ainda transmitir a partida vivo, sem que a mão cubra a câmera. Uma boa decisão e que deixará os streamers felizes. 

Com o foco direcionado aos games, a fotografia não recebeu muita atenção nesse aparelho

Já na parte traseira a Asus colocou um conjunto com duas câmeras, sendo a principal de 48MP f/1.79, PDAF, equipada com o mesmo sensor SONY IMX586 presente no Zenfone 6. Essa câmera permite gravar em 4K a 60FPS e câmera lenta de 480fps e tira fotos de até 8.000x6.000px. A segunda câmera é uma câmera de 13MP Ultra-Wide angle f/2.4 que cumpre sua função. O conjunto traseiro ainda conta com Dual LED. Levando em consideração a pontuação desse sistema no DxO Mark a solução na parte traseira do ROG Phone II pode ser considerada acima da média, mas não chega a ser fantástica. 

Dessa forma, quando comparamos ROG Phone II e Zenfone 6 em termos de câmeras, o Zenfone 6 tem uma boa câmera traseira que quando flipa (vira), se torna um ótima câmera frontal, já que câmeras frontais são sempre inferiores às traseiras. Já no ROG Phone II o telefone tem uma boa câmera traseira que não vira, com o agravante de a câmera frontal ser bastante inferior. Mas de novo: esse é um telefone gamer em que a empresa focou em garantir especificações de hardware / software e de tela, implementando o que há de melhor, mas em algum lugar a Asus teria que abrir mão de algo para não tornar o preço proibitivo. A escolha foi nas câmeras.

Já na parte de conectividade o telefone traz Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac/ad, Bluetooth 5.0 com A2DP/LE/aptX, 02 portas USB Tipo-C 3.1 (na verdade 03, mas uma delas serve apenas para plugar acessórios), NFS e GPS.

O ROG Phone II tem ainda vários sensores como giroscópio, sensor de proximidade, acelerômetro, bússola, microfone com redução de ruído e, o mais legal de todos, sensor de impressão digital na tela. Para os incrédulos, e eu era um deles, o sensor se mostrou bastante eficaz, permitindo o cadastro e reconhecimento de vários dedos e funcionando de forma efetiva.

Design

O design do ROG Phone II segue o estilo ame-o ou deixe-o. Não há meio termo. É 8 ou 80. O estilo gamer presente na linha ROG está estampado nas linhas gerais do telefone e pode agradar, ou desagradar. 

O design é bastante arrojado, então é para quem quer abraçar essa pegada gamer

A parte frontal do aparelho é composto pela tela de 6.59 polegadas na proporção 19.5:9 o que apesar das pequenas bordas laterais, deixa o telefone grande e levemente alongado, difícil de manusear com apenas uma mão caso você tenha mãos pequenas - o que não é o meu caso. Nas partes superior e inferior estão as saídas de som estéreo e a câmera frontal posicionadas no topo a direita.

As bordas arredondadas permitem uma boa pegada na posição horizontal, considerada ideal para usufruir o máximo das funcionalidades disponíveis no aparelho. Isso porque na lateral direita estão os AirTriggers, os famosos gatilhos presentes nos controles de videogames. No ROG Phone II esses gatilhos ficam posicionados ao lado dos botões de aumentar o volume e de ligar / desligar o aparelho, de forma equidistante. Dessa forma o seu acesso se dá com os dedos indicadores, possibilitando acesso rápido a duas funções configuráveis dentro dos jogos, geralmente mira e tiro, em jogos de FPS.

AirTriggers trazem dois novos botões nas laterais do aparelho

Na lateral esquerda, ou parte inferior, quando você joga com o aparelho na horizontal, a Asus colocou duas portas USB-C, uma preta, outra laranja - uma ao lado da outra. A porta preta serve para carregar o telefone enquanto você joga, sem atrapalhar de nenhuma forma a jogatina, já que a sua mão não irá cobrir esse espaço. A empresa destaca durante a configuração inicial do aparelho e sempre que você vai usar algum acessório, que a porta USB-C laranja não deve ser usada para carregar o aparelho. Porém é nesse combo de portas USB-C que deve ser acoplado o AeroActive Cooler que veio em conjunto com o aparelho que recebemos para testes, além de todos os outros acessórios vendidos separadamente.

Na parte inferior está localizada outra porta USB-C deslocada à esquerda e uma entrada de áudio (P2) a direita. 

Os AirTriggers são botões virtuais, sensíveis ao toque e com retorno tátil, ou seja, você consegue sentir um retorno quando pressiona o botão. Os AirTriggers do ROG Phone II são configuráveis, sendo possível definir níveis de pressão e descansar o dedo sob o botão, melhorando o tempo de resposta no seu acionamento, o que acaba gerando um reflexo mais rápido e permitindo que vice tenha um tempo de resposta melhor que o seu inimigo.

Customização de software

A ASUS embarcou alguns softwares muito interessantes no RoG Phone II. Dentro do Armoury Crate você acessa sua biblioteca de jogos instalados, permitindo configurações customizadas para cada game; dessa forma você pode ajustar desde a frequência da CPU e da GPU, a taxa de atualização da tela, bem  como a possibilidade de cancelar automaticamente notificações dos seus apps, cancelar ligações entre outras interações, tornando o jogo mais imersivo e evitando distrações.

O ROG Phone II possui uma suíte de aplicativos dedicados a personalizar a experiência com games no aparelho

Nessa área você pode ainda configurar os AirTriggers individualmente para cada jogo, acessar os vídeos e screenshots gravados dentro de cada jogo, conferir estatísticas completas, como o número de horas jogadas na última semana e por aí em diante. É um hub completo e que armazena todos os jogos instalados, além de sugerir através da aba “Apresentado” uma lista de jogos sugeridos e que apresentam suporte a 120Hz, ou em que você pode usufruir o máximo dos acessórios desenvolvidos pela Asus.Através do Armoury Crate qualquer pessoa pode oveclockar facilmente o sistema clicando no botão “X Mode”. Quando você aciona o X Mode no ROG Phone II, o sistema eleva as frequências da CPU e GPU e também permite que o telefone eleve o seu sistema de resfriamento. Em alguns mercados a Asus vende o telefone em conjunto com o AeroActive Cooler, que segundo a empresa, pode baixar em até 5°C a temperatura do telefone enquanto o mesmo se encontra sendo exigido ao máximo. Além de resfriar o sistema, o cooler externo da Asus também ventila a mão do jogador. O que parece a primeira vista uma frescura, acaba sendo útil pois ajuda a manter os dedos secos no meio da tensão de algumas partidas mais acirradas.

ROG UI ou ZenUI

O ROG Phone traz a interface de usuário ROG UI instalada por padrão. Essa interface está em harmonia com o design do aparelho, todo desenvolvido para o público gamer, ou ao menos pra grande maioria do público gamer, que curte cores quentes e deve achar interessante os ícones com efeitos, fontes elaboradas e papel colorido elaborado. Ao usar a ROG UI, ao ativar o Modo X, um efeito é aplicado no papel de parede que fica ainda mais vibrante, deixando claro que o sistema está no modo tunado / overclockado. Em paralelo o RGB no olho do logo ROG na parte de traz acende e a tonalidade / efeito de iluminação pode ser ajustada no Cratery Armour, permitindo inclusive trabalhar em conjunto com o Aura Sync, caso você tenha algum componente ROG em seu PC. Já para aqueles que querem um sistema mais discreto e minimalista, a Asus disponibiliza o ZenUI clássico, que traz uma experiência do Android Pie bastante semelhante à utilizada no Zenfone 6. Ao ativar o modo X com essa interface, nenhuma mudança visual acontece na tela, apenas o “olho” do logotipo de ROG se acende na parte traseira do aparelho.

Ficou excelente poder customizar a experiência com os games sem precisar sair deles

Já dentro do jogo, basta arrastar o dedo de fora da tela da esquerda para o centro para acessar o “Game Genie”, outro software que a Asus embarcou no ROG Phone II e que permite ajustar as configurações gerais do gameplay, iniciar uma transmissão do gameplay ao vivo no YouTube ou Twitch, habilitar a frequência da CPU e FPS na tela enquanto você joga, configuração do mapeamento da tela para uso dos AirTriggers, configuração de macros, mapeamento de tela para uso com o Dock, entre muitas outras configurações rápidas, algo que ficou excelente por não precisar sair do jogo para realizar os ajustes.

Gameplay

Se as especificações do ROG Phone II chamam a atenção pela força bruta do smartphone, é no gameplay que o telefone mostra o seu real DNA. A excelente combinação de hardware e software funciona em sincronia e as possibilidades de customização do ROG Phone II tornam o gameplay muito mais prazeroso, gerando uma grande vantagem competitiva. Se você for um gamer competitivo (não necessariamente um gamer profissional) o ROG Phone vai lhe dar um diferencial no tempo de reação frente a seus adversários. Claro, o talento faz a diferença. Mas o uso dos AirTriggers somado a uma taxa de atualização da tela de 120Hz e tela com tempo de resposta de 1ms é um diferencial que não pode ser ignorado.

Acessórios

Aqui o ROG Phone II da um salto ainda maior. Não iremos entrar a fundo em acessórios nesse review, pois os mesmos não estão inclusos na caixa do telefone. Você precisará desembolsar mais uma grana se quiser ter uma segunda tela de 120Hz e 5.000mAh extra de bateria com o TwinView Dock II, que permite jogar, transmitir e acompanhar os comentários de quem está assistindo a sua transmissão, por exemplo. 

Para quem curte jogar com game pass, a Asus disponibiliza um gamepad super customizado de 21 teclas chamado Kunai GamePad que resumidamente traz uma experiência próxima ao do Nintendo Switch, com possibilidade de desacoplar os controles laterais e usá-los como os Joy-Con do portátil da BigN. Aliás se prestarmos bastante atenção, o próprio TwinView é inspirado na Nintendo, afinal a ideia de duas telas também remete ao 3DS...

Agora se fosse pra eu escolher apenas um acessório, talvez o Mobile Desktop Dock seja a principal opção. Não é um acessório móvel que você possa usar em qualquer situação, mas  possui entradas HDMI, display Port, entrada de rede, entrada de áudio e 04 portas USB 3.1, permitindo conectar seu telefone a uma tela grande e ainda usufruir de mouse e teclado. Na prática, isso permite ao jogador uma experiência semelhante ao de um PC e gera um diferencial absurdo, sobretudo na nova leva de games mobile. 

Jogar COD Mobile com essas vantagens é, na minha humilde opinião, quase um "cheat" que o ROG Phone II propicia a quem estiver interessado em investir nesse setup. Não que o ROG Phone II já não gere um diferencial frente a outros smartphones. Joguei CoD Mobile no iPhone X S Max para comparar a experiência e os AirTriggers fazem tamanha diferença, que eu sempre consegui melhores resultados no ROG phone. A jogabilidade é totalmente diferente no ROG phone devido a possibilidade de usar botões dedicados para mirar e atirar, tornando mais fácil a coordenação de movimentação e mira sem se preocupar em usar os mesmos dedos para dar zoom e atirar.

Falando em tela grande, o ROG Phone II traz suporte a WiGig, tecnologia Wi-Fi gigabit que roda através de frequência Wi-Fi de 60GHz e que permite jogar com baixíssima latência conectando o telefone a sua TV. Para isso a Asus vende o WiGig display Dock que pode ser uma excelente opção se só o que você quer é jogar no telefone e espelhar a imagem na TV, sem delay algum. O problema? Lá fora esse Dock custa o equivalente a R$ 1.300,00.

O ROG Phone II tem o pacote mais impressionante de acessórios para um smartphone gamer, porém o custo também é elevadíssimo

Se a Asus tem um excelente pacote de acessórios, como nenhum outro telefone jamais sonhou em ter, o problema é que devido ao fato de serem acessórios proprietários, investir neles significa ficar preso ao ecossistema da Asus. E ainda resta saber por quanto os mesmos custarão no Brasil, mas se você decidisse comprar todos nos Estados Unidos o custo é de aproximadamente R$ 4.800,00, mais do que o telefone custa por lá. Convencer alguém a fazer tamanho investimento sem a garantia de um uso a longo prazo é algo difícil de justificar.

Conclusão

O ROG phone 2 é um excelente telefone para games, trazendo uma experiência fluida, lindas imagens e um configuração de hardware, software e diferenciais que nenhum outro telefone no mercado consegue entregar. Além disso, continua sendo um ótimo smartphone para qualquer outra função que necessite de desempenho, afinal desempenho bruto não falta nesse aparelho. O design pode ser um fator decisivo na escolha: há quem ame e quem odeie.

Notas: ASUS ROG Phone 2
Design
8,0
Tela
10,0
Performance
10,0
Autonomia
10,0
Câmera
7,0
Preço / R$ 4.500
7,0

O ponto fraco são as câmeras, que poderiam ser melhores, mas isso impactaria ainda mais no preço e parece ter sido o elemento do smartphone que recebeu "menos carinho" por parte da Asus. Tudo considerado, o ROG Phone II é uma ótima opção se você esta em busca do que há de melhor em games mobile e pode bancar o preço que o telefone chegará no Brasil. Não será barato!

O ROG Phone II é um aparelho que deve ser cogitado por quem busca um "dispositivo final" para games, mas se você está fora dessa classificação, fica um pouco mais difícil justificar sua compra. Seu design foi todo balanceado para os games, então suas múltiplas conexões USB, seu hardware e bateria muito parrudos e a tela de altíssima taxa de atualização acabam sendo sub-usadas em um uso apenas cotidiano, e nesse caso acaba fazendo mais sentido buscar um aparelho mais fino, leve e com câmeras mais convincentes, como é o caso do ZenFone 6 da própria Asus, por exemplo, ou outro modelo topo de linha como um Galaxy S10.

O ROG Phone II é o aparelho para quem tem foco total em games, mas seus recursos fazem pouco sentido para alguém que não esteja buscando especificamente um aparelho para jogar


Nota

9,0

Prós

  • Tela de alta taxa de atualização e responsiva
  • Hardware de altíssimo desempenho
  • AirTriggers
  • Ecossistema vasto de acessórios
  • Bateria gigantesca

Contras

  • Grande e pesado
  • Conjunto de câmeras apenas regular
  • Custo elevado
ASUS e Google trabalham em mini-PCs com foco em inteligência artificial

ASUS e Google trabalham em mini-PCs com foco em inteligência artificial

Tinker Edge T e Tinker Edge R serão apresentados no dia 20 em evento no Japão


Hisense apresenta KingKong 6, smartphone com bateria gigante de 10010mAh

Hisense apresenta KingKong 6, smartphone com bateria gigante de 10010mAh

Aparelho utiliza uma capinha para atingir a quantia, sozinho ele tem 5510mAh


Asus está liberando atualização para Android 10 no Zenfone 6

Asus está liberando atualização para Android 10 no Zenfone 6

O update já está começando a ser distribuído para todos os dispositivos globalmente


O ROG PHONE 2 vale o preço? Confira nossa ANÁLISE EM VÍDEO e tire suas conclusões!

O ROG PHONE 2 vale o preço? Confira nossa ANÁLISE EM VÍDEO e tire suas conclusões!

Trazemos um olhar aprofundado para o smartphone gamer referência da atualidade


Primeiro smartphone da ByteDance, dona do TikTok, possui 12 GB de RAM e Snapdragon 855+

Primeiro smartphone da ByteDance, dona do TikTok, possui 12 GB de RAM e Snapdragon 855+

O celular Nut Pro 3 é feito pela fabricante Smartisan e tem como foco o mercado chinês