ANÁLISE do GALAXY NOTE 10+: Design e tela impressionantes por valores exorbitantes

ANÁLISE do GALAXY NOTE 10+: Design e tela impressionantes por valores exorbitantes

Celular oferece a experiência premium que se espera da linha, por um preço difícil de aceitar

A linha Galaxy Note da Samsung é tida como a opção definitiva quando o assunto é smartphone Android no segmento premium. Os aparelhos sempre trazem o que existe de mais avançado em tecnologias disponíveis para celulares em seus lançamentos e com o Galaxy Note 10+ isso não seria diferente. Temos um belíssimo aparelho, de acabamento impressionante e excelente tela que, claro, cobra um preço nada amistoso por tudo isso. Confira nessa análise o que achamos do celular!

Preços

Preço no lançamentoU$ 1.099,00 20/09/2019U$ 670,00 14/05/2019
Preço atualizadoU$ 1.099,00 20/09/2019U$ 650,00 17/10/2019

Ficha Técnica

FabricanteSamsung Apple Oneplus
Site oficialLinkLink

Display

Tamanho6,8 polegadas6,4 polegadas6,67 polegadas
Resolução1440 x 3040, 498ppi 2688 x 1242 1440 x 3120, 516 ppi
TecnologiaDynamic AMOLED OLED Super Retina XDR Fluid AMOLED, 90Hz
ProteçãoCorning Gorilla Glass Resistente à riscos e oleofóbica Corning Gorilla Glass

Câmera

Traseira12MP + 12MP + 16MP + TOF 3D Tripla 12MP + 12MP + 12MP 48 MP + 16 MP + 8 MP
Vídeos2160p 60fps, 1080p 240fps, 720p 960fps, HDR, dual-video [email protected] [email protected], [email protected], [email protected], Auto HDR
Frontal10MP 12MP com TOF 16 MP motorizada, f/2.0, 25mm (wide), 1/3.1", 1.0µm
Detalhes12 MP, f/1.5-1.8-2.4, 26mm (wide) + 12 MP, f/2.1, 52mm (telephoto) + 16 MP, f/2.2, 12mm (ultrawide) + TOF 3D camera Flash Retina, câmera lenta a [email protected], efeito bokeh, Traseiras 48 MP, f/1.6, 1/2", 0.8µm, Laser/PDAF + 16 MP, f/2.2, 14mm (ultrawide) + 8 MP, f/2.4, 78mm (telephoto), 3x zoom, Laser/PDAF, OIS

Especificações

Sistema OperacionalAndroid 9 Pie iOS 13 Android 9 (Pie), OxygenOS 9
ProcessadorQualcommm Snapdragon 855 ou Samsung Exynos 9825 A13 Bionic Qualcomm Snapdragon 855
Número de núcleos8 6 8
Clock2.8GHz / 2.73GHz 2x 2.65 + 4x 1.8GHz 2.84 GHz
GPUAdreno 640 e Mali-G76 MP12 4 núcleos Apple GPU Adreno 640
Memória RAM12 GB4 GB6, 8, 12 GB
Armazenamento interno256, 512 GB64/256/512 GB128, 256 (UFS 3.0) GB
Cartão microSDaté 1TB NÃO NÃO
Bateria4.300 mAh3969 mAh4000 mAh
Dimensões162,3 x 77,2 x 7,9 mm158 x 77,8 x 8,1 mm162,6 x 75,9 x 8,8 mm
Peso196 g226 g206 g
Portas de conexãoUSB 3.1 Tipo-C Lightining USB Tipo-C
REDELTE 4G LTE
Tipo de cartão SIMNano SIM ou Hybrid Dual SIM Nano SIM Dual Nano-SIM

Recursos

Leitor de DigitalSIM, na tela NÃO SIM, na tela
ResistênciaIP68 IP68 NÃO
RadioSó na versão com Qualcomm NÃO NÃO
Bluetooth5.0 5.0 5.0
Carregamento sem fioSIM, 20W SIM NÃO
NFCSIM SIM SIM
GPSA-GPS, GLONASS, BDS, GALILEO A-GPS, GLONASS, GALILEO, QZSS A-GPS, GLONASS, BDS, GALILEO
ExtrasCarregamento reverso, carregamento rápido de 45W Face ID, Apple Pay Carregamento rápido de 30W

Design e Tela

A primeira coisa que percebemos ao ter o Galaxy Note 10+ em mãos é que o aparelho é enorme. Goste ou não, essa é a proposta da Samsung com a linha Note, que inclusive tem seus dispositivos chamados de "phablets" por muita gente até hoje. O foco é na grande tela, até para aproveitar a presença da canetinha interativa, a S Pen.

O acabamento do smartphone tem uma excelente qualidade. Ele é um aparelho bastante retangular, com as bordas arredondadas que ajudam no conforto da pegada e proporcionam aquele visual "peça única" buscado por todo dispositivo caro. Mal dá pra ver qualquer linha de emenda no smartphone e o resultado é realmente muito bonito. O modelo que recebemos por aqui é o prateado, que conta com um brilho bem diferente. Estética é uma opinião estritamente pessoal, então não vou me aprofundar nessa parte. Acho válido mencionar apenas que considero positivo quando empresas tentam oferecer uma opção diferenciada além da mesmice das cores de sempre.

Faz tempo que a Samsung não decepciona em seu segmento high-end quando o assunto é display

Passando para a tela, temos um dos displays mais bonitos q já testamos nos últimos anos. As cores são vivas, os contrastes marcantes, o brilho poderoso e o balanço de tudo bem equilibrado. Realmente faz tempo que a Samsung não decepciona em seu segmento high-end quando o assunto é display. Além da qualidade da tela em si, as bordas são extremamente finas, principalmente nas laterais, dando quase a sensação de estar segurando apenas uma tela sem corpo, o acabamento se mostra ótimo aqui também. 

E até por tantas qualidades do display, é uma pena que a fabricante sul-coreana tenha adotado esse novo design Infinity-O, colocando um buraco no meio da parte superior da tela para a câmera. A inserção não é tão grande e até que se mostra bem fácil de acostumar, mas não é a solução mais elegante que temos na atualidade. Uma câmera retrátil, como a do OnePlus 7 Pro, faria muito bem aqui, ainda mais levando em consideração que o Note 10+ é apenas 0,9mm mais fino que o aparelho chinês - não seria um sacrifício muito grande para a espessura e daria um visual ainda mais impressionante para o já belíssimo display.

Não está na hora da câmera retrátil virar um padrão neste segmento de preço?

O Galaxy Note 10+ conta também com um sensor de digitais diretamente na tela, o que faz com que a traseira seja quase completamente lisa e bem minimalista. O conjunto de câmera, apesar de comportar três módulos, até que é bem discreto e fica quase nada protuberante, tão pouco que podemos ignorar isso. Na parte de conexões, o aparelho conta apenas com uma USB-C, sem o clássico P2. Mas neste caso podemos perdoar quase completamente porque o Note 10+ traz também fones de ouvido AKG de ótima qualidade com uma conexão USB-C.

Da S Pen não tem muito o que falar. É uma canetinha simples com um botão no meio. O modelo prateado, que recebemos, vem com este acessório na cor azul, que pode não ser a preferida de todo mundo, mas como disse antes, é sempre interessante ter opções.

Performance

Como sempre, não temos muito o que falar na parte de performance de smartphones high-end que acompanham os processadores mais potentes disponíveis no mercado quando são lançados. O Note 10+ vem com um Snapdragon 855 e, como já comentamos em análises de outros celulares onde esse componente aparece, não há aplicativos que deem problemas aqui ou mesmo dificuldade em serem rodados. Você vai poder jogar o que quiser e usar seu smartphone com fluidez mesmo quando há diversos apps abertos ao mesmo tempo.

Performance de sobra pra rodar o que você quiser

E é claro que não foi diferente nos testes que sempre fazemos, rodando PUBG e Fortnite. Os games funcionam com muita tranquilidade e fluidez, mesmo com os gráficos configurados no máximo. Provavelmente você não vai conseguir encontrar um jogo que não rode bem no Note 10+, a não ser que o app em si não tenha sido bem desenvolvido, é claro.

É uma pena que com toda essa performance de sobra, a tela do aparelho não venha com uma frequência de atualização diferenciada, acima dos 60Hz, para aproveitar a maior quantidade de frames por segundo que o smartphone pode garantir nos jogos compatíveis.

Autonomia

A autonomia do Galaxy Note 10+ me surpreendeu. Não chega a ser impressionante como a do OnePlus 7 Pro, mas dura um dia com bastante tranquilidade e às vezes até mais. O aparelho aproveita bem seu tamanho avantajado para oferecer uma grande quantidade de mAh na capacidade da bateria, o que faz a diferença.

Uma enorme bateria que entrega bastante autonomia

Há diversas configurações de consumo de energia, assim o usuário não precisa saltar do desempenho máximo para a economia, podendo adotar outros perfis dependendo da necessidade de uso do smartphone que ele planeja para o dia. Além disso, o aparelho conta com um recurso de troca inteligente de perfil de consumo, e promete aprender como você usa o celular para mudar automaticamente entre os Modos de Energia e garantia uma boa relação entre autonomia e experiência.

É uma pena que só pudemos ficar com o aparelho por um período bastante restrito, o que dificulta se aprofundar mais principalmente nos testes de autonomia.

Câmera

As câmeras do Note 10+ são tão boas quanto se espera, tirando excelentes fotos que trabalham muito bem com a luminosidade disponível, ressaltando detalhes e dando vida às cores. Além disso temos 3 módulos para diferentes distâncias que podem ser escolhidos a qualquer momento, um super wide, o principal e um telefoto. E o desempenho das três câmeras é ótimo, com a principal se saindo ainda melhor, obviamente.

Todo celular tem dificuldades com fotos no escuro e com o Note 10+ não é diferente. Mas o aparelho se sai bem - até melhor que a média - na medida do possível. Imagens paradas borram muito pouco e ele tenta valorizar a luz que tem. Movimento continua sendo um problema, ainda mais em situações de muito escuro, mas ele ainda consegue tirar fotos boas o suficiente para capturar o momento.

E claro que, sendo um dispositivo high-end, há diversos modos para se "brincar" com a câmera. Além do modo Pro, que já se tornou um padrão esperado em dispositivos Android, temos diversas opções dentro do modo Retrato, que aqui se chama "Foco Dinâmico". Dá até pra filmar com o Foco Dinâmico, dando um efeito interessante.

A câmera frontal é igualmente competente, tirando fotos excelentes, mas com um trabalho pesado de pós-processamento que pode "estourar" a luminosidade um pouquinho. Ela também conta com diversos recursos, incluindo diferentes opções de foco dinâmico e a possibilidade de fazer pequenos vídeos desenhando em realidade ampliada, com o auxílio da S Pen.

Falando em filmagem, aliás, o Galaxy Note 10+ conta com modo Super Slow-Mo, que consegue filmar em super câmera lenta com uma imagem nítida e fluida. É bem divertido. Falando do desempenho normal da filmagem, me decepcionou um pouco a estabilização da imagem. O vídeo fica com qualidade excelente e é impressionante o que ele pode fazer em condições ruins de luminosidade - no nosso teste a sala estava realmente escura e parece bem mais clara no vídeo. O foco também é ajustado com precisão e as cores continuam fiéis à realidade. Mas a estabilização realmente não está entre as melhores.

Talvez seja até por isso que o Note 10+ conta com um modo de "super estabilização", que realmente faz o vídeo ficar bem mais estável, visivelmente. No entanto, há uma contrapartida. A qualidade da imagem diminui muito, causando grande granulação em algumas situações, inclusive.

Realmente são muitos e variados os recursos das câmeras e as modalidades, e gostaríamos de nos aprofundar mais nisso, mas é tanta coisa que infelizmente não é possível no pouco tempo que pudemos ficar com o aparelho.

Recursos e Extras

Sendo o dispositivo mais avançado da Samsung atualmente disponível, é claro que o Galaxy Note 10+ incorpora uma diversidade enorme de recursos e extras. Aqui vamos destacar apenas alguns deles, que valem mais a pena ser mencionados.

Começando pela S Pen, é claro, o principal diferencial da linha Note. A canetinha não é apenas um apontador fino para a tela, vindo com várias maneiras de interagir com o celular, ainda mais agora que ele detecta a proximidade com a S Pen, aumentando o número de gestos que você pode fazer com o acessório para servir de atalho nos mais variados aplicativos. Além disso, com a possibilidade de usá-la para desenhar, há várias funcionalidades divertidas também. Duas que chamaram minha atenção: os "Rabiscos AR', que permitem desenhar enquanto filma e os rabiscos "se prendem" ao que a câmera está observando, seguindo seus movimento; e o PenUp, que ajuda a ensinar a desenhar, podendo ser um ótimo passatempo para as horas vagas.

O Note 10+ oferece uma infinidade de recursos e extras, liderados pela ótima S Pen

O sensor de digitais na tela do Note 10+ é o segundo que já testei, e se saiu bem melhor que o primeiro, presente no OnePlus 7 Pro. A tecnologia ainda não é tão precisa e rápida como os sensores mais tradicionais, no corpo do aparelho, mas já funciona bem o suficiente para ser uma opção satisfatória de biometria para destravar seu aparelho. 

Outra opção de biometria aqui é o reconhecimento facial, que me decepcionou um pouco. Não que seja ruim, longe disso, mas também não é tão preciso quanto poderia ser, ainda mais com a câmera frontal exposta ali o tempo todo. Houve situações em que o OnePlus 7 Pro destravou mais rápido através do reconhecimento facial do que o Note 10+, mesmo tendo que perder um tempinho para levantar sua câmera retrátil. A velocidade da tecnologia, na verdade, é ótima, os engasgos aqui acontecem na precisão mesmo, quando o sensor não consegue reconhecer bem seu rosto em alguns momentos. 

Vale mencionar também que o Note 10+ acompanha excelentes fones de ouvido AKG com conexão USB-C. Seria interessante que ele viesse com um adaptador mesmo assim, mas pelo menos oferece uma opção bem satisfatória para não deixar seus compradores sem fones.

O aparelho conta ainda, é claro, com outros recursos que já encontrávamos em smartphones anteriores, como o assistente digital Bixby e o Samsung Pay, mas essas são funções já conhecidas para o público então não tem porque se aprofundar nessa parte na análise do Note 10+, também.

Algo digno de se mencionar aqui é que o cabo que acompanha o celular tem o formato USB-C nas duas pontas. Na caixa temos dois adaptadores, um de Micro-USB pra USB-C e um de USB padrão para USB-C. O problema é que usando um cabo tradicional ligado ao computador e um adaptador desses só dá pra carregar o Note 10+, não dá pra permitir acesso aos arquivos internos do smartphone. Pra conseguir é necessário usar o cabo original dele, então seu computador ou notebook precisa de uma porta USB-C ou você vai precisar adquirir um Samsung Dex. Considero uma desvantagem, mas nenhuma das opções deve ser tão problemática pra quem pode investir R$ 5.000 num celular.

Conclusão

O Galaxy Note 10+, como esperado, é um excelente smartphone. Ele não só entrega diversos recursos e tecnologias, mas oferece o que tem de melhor em cada uma de suas características. A performance não tem defeitos, a autonomia surpreende, a câmera tira fotos incríveis e a S Pen traz diversas funcionalidades diferenciadas para a enorme e belíssima tela.

O aparelho seria recomendação certa, não fosse seu absurdo preço. Com um número crescente de opções de altíssima qualidade de outras fabricantes, principalmente chinesas, fica cada vez mais difícil justificar pagar mais de R$ 5.000 neste celular só porque ele é da Samsung.

Notas: Samsung Galaxy Note10
Design
9,5
Tela
10,0
Performance
10,0
Autonomia
9,0
Recursos e Extras
9,5
Preço
4,0

A bem da verdade, tirando algumas características pontuais onde o OnePlus 7 Pro se sai melhor, o Note 10+ se destaca na maior parte de suas qualidades, se mostrando um aparelho mais sofisticado em termos gerais. Mas, se podemos considerar o Note 10+ melhor, no geral, ele não é TÃO melhor que possa custar o dobro em relação à concorrência da China.

Um aparelho fenomenal, mas com um preço muito difícil de aceitar

Tirando o fator preço, as únicas coisas que considero como desvantagens aqui é a falta de uma câmera frontal retrátil e uma tela de maior frequência. Então, para quem não liga pra dinheiro e não se importa com essas duas características, essa é a melhor opção de aparelho Android que essa pessoa vai encontrar.


Nota

9,0

Prós

  • Design sofisticado
  • Excelente câmera
  • Boa autonomia
  • Tela com contraste e brilho incríveis
  • S Pen e recursos diferenciados

Contras

  • Buraco pra câmera frontal no display
  • Tela sem taxa elevada de atualização
  • Preço impossível de justificar
User img

João Gabriel Nogueira

Samsung lança atualização que corrige problemas no leitor de digitais do S10 e Note 10

Samsung lança atualização que corrige problemas no leitor de digitais do S10 e Note 10

Smartphones chegaram a ser banidos por apps de Internet Banking por causa de falha de segurança


Wireless Android Auto enfim chega ao Brasil e mais 14 países da América Latina

Wireless Android Auto enfim chega ao Brasil e mais 14 países da América Latina

Tecnologia permite ligar seu celular ao sistema de infotainment do carro sem usar fios


Samsung divulga novo Exynos de 2020; SoC pode chegar na linha Galaxy S11

Samsung divulga novo Exynos de 2020; SoC pode chegar na linha Galaxy S11

Empresa disse que o novo Exynos vai dar um salto de nível em inteligência mobile


Huawei Mate X, smartphone dobrável da empresa, será lançado somente na China

Huawei Mate X, smartphone dobrável da empresa, será lançado somente na China

A empresa está cautelosa em lançar o aparelho em escala global no momento


Estudo indica que 90% dos millennials utilizam o celular no banheiro

Estudo indica que 90% dos millennials utilizam o celular no banheiro

Homens são mais propensos a fazer uso do celular no cômodo